sexta-feira, 1 de abril de 2016

[As Leituras da Mila] À Sombra da Figueira


Sinopse: Para a menina Raami, de sete anos de idade, o fim abrupto e trágico da infância começa com os passos de seu pai voltando para casa na madrugada, trazendo detalhes da guerra civil que invadiu as ruas de Phnom Pehn, a capital do Cambódia. Logo o mundo privilegiado da família real é misturado ao caos da revolução e ao êxodus forçado. Nos quatro anos seguintes, enquanto o Khmer Rouge tenta tirar da população qualquer traço de sua identidade individual, Raami se apega aos únicos vestígios de sua infância — lendas míticas e poemas contados a ela pelo seu pai. Em um clima de violência sistemática em que a lembrança é uma doença e a justificativa para execução sumária, Raami luta pela sua sobrevivência improvável. Apoiada no dom extraordinário da autora pela linguagem, Sombras da Figueira é uma história brilhantemente intricada sobre a resiliência humana.

Finalista do Prêmio PEN Hemingway este livro vai levá-lo às profundezas do desespero e mostrar horrores abomináveis. Vai revelar uma cultura maravilhosamente rica, lutando para sobreviver através de pequenos gestos,. Vai fazer com que jamais sejam esquecidas as atrocidades cometidas pelo regime Khmer Rouge. Vai lhe encher de esperança e confirmar o poder que há ao se contar uma história de nos elevar e nos ajudar não somente a sobreviver, mas à transcendência do sofrimento, da crueldade e da perda.

***

Raami é uma menina que tem tudo que uma menina de 7 anos quer da vida, uma irmã que a ama muito e ainda é princesa. Filha do príncipe do Camboja.

Alegre mesmo com a limitação motora por consequência de uma paralisia infantil, Raami não tem preocupações em sua vida, ela só pensava em brincar.

Com as opiniões contrarias ao regime ditatorial instaurado no país, Raami vê sua vida ficar de cabeça para baixo. Ela precisou junto com sua familia fugir, se esconder mas quando são descobertos são mandados para um campo de trabalho, junto com sua mãe e irmã.

A maior parte do livro se apresenta neste período, onde ela relata as dores e problemas vividos nesta fase da vida.

Como historiadora estou acostumada a ler livros onde a guerra é o tema principal, mas esse realmente me surpreendeu. À Sombra da Figueira é simplesmente maravilhoso. Me peguei em vários momentos com águas nos olhos chegando a perder algumas horas de sono por conta dos relatos, pensando neles.

A leitura flui muito bem, a letra é no tamanho que eu gosto. A diagramação é perfeita.

Super recomendo pra você que gosta de um bom livro de drama ou precisa repensar a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário