quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Hotel Vitória - Antônio Fernandes





Sinopse: Paulo é um repórter investigativo de um grande jornal da capital, e em uma de suas folgas conhece a história do Hotel Vitória, um pitoresco hotel do litoral, que foi envolvido de forma direta e indireta em dois fatos acontecidos há muitos anos. Ele fica muito curioso e resolve fazer uma investigação para uma posterior reportagem. O que ele não sabia é que o Hotel Vitória o deixaria preso de uma forma que até sua vida e a de sua namorada Roberta correm perigo. O que aconteceu no passado? Porque o hotel o chama?

Sabe aquele momento que você está lendo um livro e numa hora bem punk acontece alguma coisa que te deixa traumatizada? Sim, aconteceu comigo.

Estava eu, linda leve e solta, lendo o Hotel Vitória do meu amigo Antônio quando no momento em que Paulo olha para o hotel velho, abandonado e vê uma pessoa o olhando na janela e de repente... a luz aqui em casa acabou. Gente, levei tanto susto que comecei a chorar!

Vou lhes contar do que se trata o livro!

Paulo é um jornalista investigativo estressado, afim de curtir umas férias ele parte sozinho, já que sua namorada não pode ir, rumo ao desconhecido. De cidadezinha em cidadezinha ele encontra Esperança.

Lá ele conhece Samuel, um senhor que parece o tipico morador de cidade do interior que tudo sabe e tudo vê. Conversando com esse morador ele fica sabendo de uma história envolvendo o velho Hotel Vitória, uma hospedaria que nos áureos tempos era só luxo e conforto.

Um grande assalto ocorreu na cidade, a 30 anos atras, o banco Mercantil foi invadido por 5 homens e logo após o sócio do banco, filho do dono do hotel, mata sua filha, sua esposa e depois comete suicídio.

Após esse episódio o hotel começou a decair, os boatos de fantasmas, principalmente da menina rondando o hotel fez com que os turistas chegassem cada vez em menor número. Até que o dono do hotel não conseguiu aguentar, decretou falência e fechou o hotel. 

O que teria acontecido para um homem tão rico cometer duplo homicídio seguido de suicídio? Desespero? Seria mesmo verdade essa história? Aquela pessoa que ele viu na janela do hotel seria o fantasma de uma criança?

Só lendo! 

Hotel Vitória é espetacular. A leitura é fluida, li o livro em poucas horas, sem contar a pausa pela falta da luz (risos).

As letras são grandes, isso eu acho ótimo, você consegue ler facilmente em qualquer lugar, até mesmo no metrô, como eu fiz.

O estilo de leitura do autor é fascinante, virei fã!

Super recomendo pra você que gosta de policial, romance, terror, suspense... Tem de tudo um pouco!

Um comentário:

  1. Só posso dizer uma Coisa, Dani, eu simplesmente amei. Ficou demais. Obrigado
    bjs

    ResponderExcluir