segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Gente Grande - Paredes Vivas




Sinopse (skoob):

Paredes Vivas conta a história de Mauren, uma jovem de dezoito anos que, após uma tragédia familiar ocorrida na infância, vê sua vida desmoronar aos poucos com a perda e o afastamento das pessoas que ama. Acreditando ser a responsável pela morte do pai e aflita pela doença da mãe, ao completar quinze anos passa a conviver com um espírito, escondido nos desvãos das paredes da casa onde mora. Entre o medo de contar a sua mãe sobre seu amigo invisível e o desejo de se livrar da maldição que ela mesma provocou numa brincadeira no cemitério, Mauren apega-se ao fantasma das paredes criando com ele um vínculo incompreensível que a afasta cada vez mais de uma realidade saudável. Seu apego pela mãe e o desespero em tentar protegê-la, seus temores, suas angústias e manias, sua felicidade ao descobrir o amor e sua difícil relação com os tios são os focos desta história, que termina com uma revelação surpreendente.

Para tudo!

Quando eu entrei na promoção do livro sorteado pelo blog Livros, Janela da Imaginação eu não imaginei o que me esperava. Já havia escutado falar do livro, mas não dei muita importância, confesso, na história do livro.

Ao receber o livro pelo correio vi que a autora havia me escrito uma dedicatória, feliz da vida eu parei de ler o “A Última Música” e resolvi me aventurar.

Não consegui parar, li o livro em 2 dias.

Não comece a rir, é sério, é viciante.

Entre uma amamentação do Manuel, vontades da Marina e do maridão eu lia compulsivamente. Até de madrugada quando Manuel acordava para mamar eu lia.

O livro começa com a história de uma menina de 8 anos, que após a morte do pai, que ela acha ser culpa dela, entra em parafuso.


“A morte de papai provocou uma cratera em meu peito, tão imensa que não houve atadura capaz de preenche-la. Fiquei, para sempre, com a dor tatuada na alma” (página 13)

Com o passar dos dias e com a volta às aulas, Mauren, a menina, tenta levar sua vida, mas uma doença misteriosa da mãe a deixa muito preocupada.

Na escola a entrada de dois garotos novos chama a atenção. Um deles Tobias se tornaria o grande amor de sua vida.

A história sempre na primeira pessoa como um diário mostra brincadeiras macabras de crianças, que ela chama de desafios, como idas ao cemitério a meia noite e bater em uma lápide.

Pare, respire, essa parte do livro você precisa ler duas vezes para entender o resto do livro.

Tudo bem, pode continuar...

O tempo corre, Mauren está com 12.
A partir daí a história passa a seu uma linda história de amor daquelas bem águinha com açúcar. Lindinha de se ouvir, ver e sentir.

No começo eu estranhei uma menina de 12 anos de idade toda romântica, pensando em amor e tudo mais me deixou incomodada. Sou do tempo que menina de 12 anos ainda brinca de boneca. Para, não sou velha. (risos) Tenho 37 anos, mas brinquei até os 14. Não tenho vergonha, fui muito feliz, curti muito essa fase. Que pode ter certeza volta com os filhos. Você volta a brincar como antes.

Mas algo estava estranho naquela história, a doença da mãe ainda a preocupava, mesmo já sabendo, por investigação própria, o que era.

Tá, essa parte eu não vou contar, vai ter que ler o livro, senão perde a graça!

Depois com 15, ela conta subre sua festa de aniversário lindamente narrada me transportou para o clube, me senti entre as convidadas. (risos)

“O piso quadriculado em dourado e branco, as paredes em amarelo-ouro, os lustres em forma de gota d’água e a decoração em branco e rosa-chá, com muitas flores e sons de violinos, causaram-me um impacto inebriante” (página 131)
Depois um fato que me deixou de cabelos em pé, confesso que fechei o livro, e fui conhecer o shopping que inaugurou aqui perto de casa. Foram as 4 horas mais calmas para mim, e olha que fui com Marina e Manuel.

Com a correria da Marina entre a decoração de natal e as mamadas do Manuel não lembrei da história. Quando cheguei em casa o livro estava encima do aparador. Ai Jesus! Pensei... Preciso ler, crise de abstinência. Coloquei um desenho na televisão e fiz Manuel dormir no peito, assim ficaria mais fácil.

Ok, continuando no livro...

As últimas 35 páginas do livro são essenciais, preste bastante atenção.

Ah! Não vale somente lê-las, você não entenderia o porquê tudo aquilo aconteceu.

O final do livro é lindo, uma amiga disse que chorou. Eu não! Não chorei porque fiquei em estado de choque. Sério... meu coração dispara só em pensar nisso.

Super recomendo, livro de capa linda, chama muito a atenção, capítulos pequenos, você não se perde na leitura.

Bem narrado, de leitura simples. Realmente parece ser escrito por uma criança/adolescente, como se fosse o diário dela.

Eu li em 2 dias, e você, TE DESAFIO! 

16 comentários:

  1. Eu amo livros desse gênero.
    Adorei a resenha e esse livro... bom, eu quero!!! kkk'

    http://incontrolaveispalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Daniiii...... Porque fazer uma resenha assim?? Trazendo tanta emoção??

    Agora preciso ler este livro!! E ao contrário de vc, uma história assim já me chama a atenção de cara! E eu mesmo em choque choro nos livros, então fiquei super curiosa!!! heheheheheh

    bjos
    www.miscelaneadasofia.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poly,
      essa foi oficialmente a primeira resenha que eu fiz, na verdade queria passar as pessoas o que senti. Sinceramente não gosto de resenhas que as pessoas ficam automáticas, sem passar realmente a emoção ao ler. Livro para mim é prazer. hihihihi

      Excluir
  3. Olá!

    A trama parece bem complexa. Gosto de livros que abordam relações familiares e esse ainda tem adendo do sobrenatural, e tudo isso narrado pelo ponto de vista de uma adolescente. Ótima resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi! Fiquei curiosa com o livro, mas não curto muito essas coisas de espírito e tal... mas quem sabe eu goste da história.
    Você comentou na resenha de Gringos Online no meu blog perguntando onde encontrava o livro pra vender... Respondi seu comentário, dê uma olhada, rs.
    Beijos,

    Letícia
    http://www.odomdaescrita.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só, 90% do livro não se fala de espirito, vale a pena ler.
      Vou lá olhar seu comentário, obrigada

      Excluir
  5. Oie!

    Puxa, vc ficou em estado de choque... fiquei curiosa, rsrs.

    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe aquele livro que vc lê e quando acaba fica algumas horas sem parar de pensar no que aconteceu, bem, foi assim. hihihih

      Excluir
  6. Oi Flor!
    Leio rapidinho também!!
    Amei a Resenha! E que capa lindaaaaaaaaa!!
    s2
    PS:Resenha: Divergente - Divergente - Livro 1 - Veronica Roth
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/12/resenha-divergente-divergente-livro-1.html
    Passa lá e comenta! Retribuo a visita! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda mesmo. Chama muito a atenção!
      Bem vinda!

      Excluir
  7. Oieee:
    Primeira resenha que leio do livro, gostei da proposta e opinião, espero poder ler e ser surpreendida como você, am quando acontece isso.
    Beliscões carinhosos da Máh ~~♥
    Cantinho da Máh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei que como era minha primeira resenha também, gostaria de passar minha emoção.

      Bem vinda!

      Excluir